Sun ‘n Fun Fly-in

Nas últimas três décadas, tanto no Brasil como no exterior, tem havido significativo crescimento do número de construtores amadores e aeronaves experimentais (AE). A natureza das aeronaves construídas por amadores mudou significativamente na última década. Pelos padrões modernos, as aeronaves experimentais iniciais eram classificadas como ultraleves, um termo que denominava aeronaves incorporadas construídas por amadores por volta dos anos 90. Hoje, as aeronaves experimentais podem incluir bimotores, motores a jato, aeronaves de alto desempenho e aeronaves para até 6 ocupantes. Este novo cenário vai além do escopo tradicional do conceito de ultraleves utilizados inicialmente.

O projeto e construção de aeronaves experimentais continua se popularizando e expandindo o seu papel como parte integrante da aviação geral (AG) no Brasil e no exterior. Os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) demonstram que no Brasil o crescimento dos registros de aeronaves experimentais apresentou um crescimento de 46% nos últimos oito anos (2009-2016) – Gráfico 1, representando aproximadamente 20% do total de aeronaves registradas no país – Gráfico 2

Gráfico 1
Gráfico 2

Nos Estados Unidos essas aeronaves amadoras são licenciadas pela FAA (Federal Aviation Administration) como “Experimental”. A denominação Experimental existe há mais de cinco décadas e define aeronaves que são usadas para fins não comerciais e recreativos, como educação ou uso pessoal. Segundo as regulamentações da FAA, se um indivíduo construir pelo menos 51% de uma aeronave, esta poderá ser registrada na categoria de construção amadora.

No mercado americano estão disponíveis aeronaves em kits (pré fabricado) ou projetos (onde o construtor compra ou fabrica todas as peças e as monta).  Esses aviões também são conhecidos como “homebuilts”, pela razão óbvia de que muitas pessoas constroem essas aeronaves em casa, muitas vezes em suas garagens. Atualmente, mais de 33.000 aeronaves construídas e classificadas como experimentais são licenciadas pela FAA. Eles representam projetos de aeronaves comprovadamente seguros e que já voam por muitos anos.

Os custos variam entre US$ 10.000 até mais de US$ 100.000, com base nas características de desempenho desejadas e nos pacotes opcionais de motores e aviônicos utilizados na construção. Em comparação, um Cessna 172 novo custa mais de US $ 250.000. Muitas aeronaves amadoras são construídas como materiais compostos que ajudam a criar aviões mais leves, rápidos e mais eficientes em termos de combustível que aeronaves de produção similares.

Os pilotos de aeronaves experimentais devem possuir o mesmo treinamento e classificação dos pilotos privados que voam em aeronaves como Cessnas, Pipers e Beechcrafts. Eles também devem seguir todos os regulamentos apropriados durante cada voo. Estudos realizados pela FAA e pelo National Transportation Safety Board (NTSB) mostram que as aeronaves construídas por amadores possuem uma taxa de acidentes equivalente ao da aviação geral e apresenta uma redução nos últimos anos. Nos Estados Unidos, o número total de aeronaves homebuilt registradas dobrou desde 1994, e o total de horas voadas aumentou em 123%, enquanto o número total de acidentes permaneceu praticamente o mesmo.

Sun ‘n Fun – Paraíso da aviação experimental – Se você está interessado em conhecer e quem sabe construir sua própria aeronave experimental você precisa visitar a Sun ‘n Fun Fly-in em Lakeland, Flórida – USA. Durante os cinco dias do evento os interessados podem conhecer de perto e manter contato com vários fornecedores de aeronaves experimentais, ferramentas e componentes de aeronaves para aqueles que desejam se aventurar e construir seu próprio avião.

No hangar “E” da Sun ‘n Fun você encontrará ainda o Fly-Market, que é um ótimo lugar para qualquer um que esteja se aventurando na construção ou montagem de um avião. Espalhados em mesas, você encontrará partes de aeronaves e componentes à venda, trazidos por construtores experimentais de todos os Estados Unidos. Além disso, podem-se encontrar à venda, livros, modelos e projetos de aeronaves experimentais.

Mesmo que você não esteja indo acampar com seu avião – o evento recebe a denominação fly-in pois permite que você chegue e parta da feira no seu próprio avião – uma das atrações que vale a pena conhecer o acampamento Homebuilt. Nesse local os aviadores montam suas tendas embaixo das suas aeronaves e se juntam a outros amantes da aviação em um ambiente familiar, para relaxar, ouvir e trocar histórias com outros pilotos. Já no Paradise City, assim denominado porque muitos consideram o local como o paraíso dos Light Sport Aircraft – muitos dos quais foram montados a partir de kits – você verá muitos voos em andamento, sem nunca perder os rasantes, os pousos e decolagens das mais recentes máquinas Short Takeoff and Landing (STOL).

A Sun ‘n Fun acontece todos os anos no Aeroporto Regional de Lakeland, FL – USA e atrai um grande público de amantes da aviação, fotógrafos do Estados Unidos e do exterior além de famílias que vão à feira para ver os shows aéreos e se divertir.

(14)