O Ministro da Defesa russa, Sergey Shoigu, distribuiu para imprensa um vídeo da frota de bombardeiros estratégicos de longo alcance, composta por Tupolev Tu-95 (Bear), Tu-22 (Blinder) e Tu-160 (Blackjack), realizando os primeiros ataques aéreos contra o ISIS, na última terça-feira na Síria.
Vídeo
As aeronaves decolaram de bases na Rússia e retornaram após a realização dos ataques. O ministro informou ainda que a frota de 25 bombardeiros permitirá ao país duplicar o número de ataques na Síria, em conjunto com os caças Sukoi Su-25, Su-24M, e o caça avançado Su-34.
O anuncio da medida contra o ISIS vem após a confirmação de que a queda do A321 da Metrojet no Egito foi causada por um dispositivo explosivo colocado no compartimento de carga da aeronave.
Aeronaves empregadas pela Rússia nas missões de longo alcance na Síria.

(9)