Radar Virtual – Como funciona a tecnologia ADSB

ADSB é um sistema no qual equipamentos eletrônicos a bordo da aeronave transmitem automaticamente, de forma precisa, a localização e outras informações sobre o voo por meio de um link digital de dados.

A informação transmitida pode ser usada por outra aeronave equipada com ADSB e pelo controle de tráfego aéreo, para mostrar a posição e altitude da aeronave sem a necessidade do uso de radar. Este sistema também é conhecido como radar secundário.

O sistema implica em uma aeronave dotada de um sistema ADSB poder determinar sua posição usando GPS e em seguida, um equipamento de rádio digital transmitir a posição em intervalos curtos,  juntamente com o registro da aeronave, altitude, velocidade e outros dados.

Estações ADSB dedicadas no solo, recebem o sinal e o retransmite para o controle de tráfego aéreo, que faz o acompanhamento preciso das aeronaves. Abaixo, temos um detalhamento do significado da sigla ADSB – Automatic Dependant Surveillance Broadcast.

Automatic – Não necessita de ação dos pilotos ou intervenção externa
Dependant – Depende de dados precisos de posição e velocidade gerados pelo sistema de navegação da aeronave, a exemplo do GPS.
Surveillance – Fornece a posição, altitude, velocidade e outros dados de vigilância para os órgãos que necessitam destas informações.
Broadcast – A informação é continuamente transmitida para o monitoramento a partir das estações no solo ou outras aeronaves.

A informação do sistema ADSB é transmitida a cada meio segundo (0,5s) na frequência de 1090MHz usando um link digital. As transmissões podem incluir os seguintes dados:

  • Informações sobre o voo (número do voo e prefixo da aeronave)
  • Código ICAO da aeronave em 24 bits (este número é único e atribuído a cada aeronave)
  • Posição (latitude e longitude)
  • Integridade e precisão do limite de proteção do GPS
  • Altitudes Barométricas e Geométricas
  • Velocidade Vertical (taxas de ascensão e descida)
  • Direção e velocidade no solo
  • Indicação de Emergência (quando o código de emergência 7700 é selecionado no transponder)
  • Identificador de posição (quando o código IDEN é selecionado)

A capacidade das estações receptoras de captar o sinal ADSB depende da altitude, distância e obstáculos no terreno. O alcance máximo de recepção pode ser superior a 250 milhas náuticas. No espaço próximo ao receptor a capacidade de vigilância do sistema pode chegar até próximo do solo.

Nosso site possui três unidades autônomas próprias de recepção e transmissão dos dados para um servidor, além de contar com a colaboração de diversos entusiastas por todo Brasil, que compartilham seus dados na nossa rede diariamente. Nosso mapa de aeronaves pode ser visto na secão Radar no menu principal do site, ou através do endereço http://www.virtualradar.com.br.